domingo, 13 de maio de 2012

CAP. 10 – O BANCO


Seis horas da manhã... o despertador toca insistente e preciso me levantar. Acordo Gabi que ficará com minha mãe até que comecem as aulas.
Me apresentei no banco às oito horas da manhã.

Meus colegas foram receptivos, me mostraram tudo no banco e me explicaram costumes dos principais clientes.
O dia de trabalho foi cansativo, mas gostei do ambiente e das pessoas.

No final do expediente, meus colegas me convidaram para um happy hour, mas precisei declinas do convite, pois tinha que passar o resto de tarde com minha filha.

Ao chegar a  casa dos meus pais, Gabi já me aguardava sentadinha na varanda, impaciente com a mochilinha nas costas.
Quando me viu no portão, correu ao meu encontro pedindo colo. Me despedi dos meus pais e segui com Gabriela para casa. Percebi que minha mãe estava com cara de poucos amigos e temi que Gabriela tivesse feito alguma coisa.

 Olhei para meu pai e entendi que o melhor era ir embora logo.
Em casa tomamos banho e fomos ao mercado. Minha garotinha quase me enlouqueceu querendo levar o mercado inteiro para casa.
Mais tarde enquanto Gabriela brincava com suas bonecas, aproveitei para ler outras páginas do meu velho diário...

A***, 27 de Outubro de 1994


Diário, hoje começaram as olimpíadas inter-colegiais. O colégio estava lotado de gente!!! Vieram alunos da escola M*** e da escola F*** e como você já sabe, existe a maior rivalidade entre a gente!!! Mas a escola F*** é e sempre será a melhor!!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário